Em consequência do acidente registado com o Boeing 737-700, que fazia a rota Luanda/Soyo, que avariou no domingo, da TAAG, o aeroporto provincial da província do Zaire, município do Soyo, foi encerrado neste domingo do tráfego aéreo, sem vítimas mortais.

A informação foi prestada ontem a Angop pelo director do aeroporto do Soyo, José Chissonde Mene, adianatando que há excepções para os voos feitos por helicóptero. O boeing 737-700 da TAAG, que fazia Luanda-Soyo, tinha 41 passageiros e 6 tripulantes a bordo, registando uma avaria técnica depois da aterragem do mesmo quando se preparava para estacionar, por volta das 11 horas.

“Por essa razão está obstruída a pista e encerrámos o aeroporto a todo o tráfego, mas temos algumas exceções para os voos de asa rotativa, estamos a falar nos helicópteros”, disse José Chissonde Mane, em declarações à Rádio Nacional de Angola.

Equipas técnicas da TAAG já está no local para avaliar o que terá causado o acidente, para informação mais precisa sobre o problema registado com o aparelho.