Texto: Michel Candembo


 

O jovem luso-angolano Jacques Conceição, de 27 anos, venceu o concurso de smash do jogo das estrelas do campeonato português de basquetebol, “All Star Dhika”, realizado no passado 9 de Abril, no pavilhão municipal da Albufeira em Portugal. Jacques admite inspiração no pai Jean Jacques da Conceição e garante estar pronto para representar a selecção angolana.

Jacques Conceição, que mede 1.90 m e joga nas posições de base e extremo base, jogou na equipa do sul, representando o Clube dos  Galitos e venceu nos afundanços concorrendo directamente com três jogadores norte-americanos.

Em declarações à Jovens da Banda, o filho do ex-craque angolano reconhece que o facto de o seu pai ser ‘hall of fame’ da FIBA e ser bom conselheiro para si, faz dele “um grande exemplo a seguir”. 

É a primeira vez que um atleta de origem angolana vence um concurso de afundanços em Portugal, motivo pelo qual o jovem orgulha-se e diz que se sente feliz por ter recebido o troféu em reconhecimento do seu feito. 

Com duas passagens pela selecção de Angola, uma nos escalões de base, em 2008, e outra em 2014 na selecção que disputou a taça Borislav Stankovic, o número 15 dos Galitos garante estar pronto para representar a maior campeã africana da modalidade. 

“Sou metade angolano e metade português, tenho os dois países no coração, mas o meu carinho pela selecção de Angola é especial, pelo facto de o meu pai ter jogado lá e por outras razões”. 

O All Star Dhika é um evento em que participam os jogadores mais votados da liga portuguesa de basquetebol, divididos em duas equipas que representam a região sul e a região norte de Portugal. Além do jogo oficial das estrelas em masculino e em feminino, realizam-se também concursos de triplos e de smash, em que os atletas concorrem individualmente entre si. Na edição 2017 esteve presente também Carlos Morais, jogador angolano que foi o segundo mais votado a participar pelos espectadores.