Por: Albino Tchilanda

Imagem: D.R.


A partir do próximo mês as sessões parlamentares da Assembleia Nacional poderão ser transmitidas em directo pela rádio e televisão. A informação foi prestada na tarde desta quinta-feira, em Luanda, pela porta-voz da Assembleia Nacional, Emília Carlota Dias.

A porta-voz da Assembleia Nacional adiantou a informação aos jornalistas depois da conferência dos presidentes dos grupos parlamentares dirigida pelo presidente da Assembleia Nacional. Com a criação da comissão que está a analisar as condições de retransmissão dos debates dos deputados, a garantia das sessões em directo poderá ser um facto, segundo a responsável pela comunicação do Parlamento angolano.

“ Neste momento a comissão criada está a analisar as condições de retransmissão e, tão logo termine, tudo estará pronto para termos as sessões em directo em Dezembro,” assegurou.

A sessão presidida por Fernando da Piedade Dias dos Santos, foi marcada pela ausência das formações políticas do PRS e da FNLA por possuírem apenas 1 e 2 deputados respectivamente, o que os condiciona a assistir as reuniões dos líderes parlamentares, segundo o regulamento interno da Assembleia Nacional.

O encontro que serviu para definir a agenda de trabalhos da segunda reunião plenária ordinária da primeira sessão legislativa da quarta legislatura da Parlamento que vai rever entre outros assuntos a questão da pauta aduaneira, que é da competência do presidente da República.

A reunião em plenária a acontecer entre os dias 14 e 17 deste mês reserva ainda a discussão e votação da Resolução que a prova a substituição do juiz conselheiro do Tribunal Constitucional, bem como a tomada de posse, para o conselho directivo da Entidade Reguladora da Comunicação Angolana, ERCA, dos dois membros propostos pela Unita.