Por: Redacção


Inspectores do Ministério do Comércio procederam a apreensão de cerca de 12 mil sacos de arroz importado, a operação efectuou-se na sequência de denúncias suscitadas a partir de um vídeo das redes sociais.

No referido vídeo, cidadãos aparentemente de nacionalidade angolana testavam a qualidade do produto que especulavam ser de plástico, causando um reboliço pelos aplicativos e informação digital tornando a notícia viral.

Ao Jornal de Angola, o director nacional de inspecção do Ministério do Comércio, Heleno Antunes, fez saber que o arroz da marca ‘Cordão Azul’ está já a ser inspeccionado para se auferir se é ou não impróprio para consumo.

Ultimamente têm sido partilhados, nas redes sociais, vídeos em que cidadãos testam o alimento para avaliarem a sua qualidade e em Angola não é excepção. Conforta, de algum modo, os cidadãos saberem que as autoridades estão preocupadas no sentido de averiguarem a veracidade dessas denúncias.