Texto:

Albino Tchilanda.


Depois de 17 anos ausente da competição a selecção nacional de futebol sub-17 volta a marcar presença na 12ª Edição do CAN a realizar-se no Gabão. A estreia dos Palanquinhas está marcada para as 18h30 de hoje num confronto com sua similar do Níger, no estádio de Amizade, de Libreville, jogo a contar para a primeira mão do grupo B.  

A última presença do conjunto nacional numa competição do género aconteceu em 1999, na Guiné Conacry, na altura a equipa integrava  o ex-craque Gilberto do Amaral, o Canhoto, que citado pela Angop acredita numa vitória dos Palanquinhas na ronda inaugural,  face a vontade dos “miúdos” em  querer mostrar seu potencial.

Entretanto, o ex-campeão africano sub-20, em 2001, recomenda aos jogadores que o pragmatismo ,  dedicação, vontade e prática de jogo colectivo não deve faltar para se vencer o adversário.

“Os jogadores têm que lutar e dar tudo que podem no campo para vencerem e dignificar as cores nacionais”, recomedou o antigo jogador da selecção de honra.

Numa primeira fase, Angola integra o grupo B onde defrontará, além do Níger, as selecções do Mali e Tanzânia. 

Languinha Simão, treinador do conjunto, adiantou  que fazem parte do mesmo 20 jogadores.

Na abertura do torneio, o Ghana goleou os Camarões por 4-0, enquanto o Gabão (país anfitrião) sofreu uma derrota pesada de 1-5, diante da Guine Conancry.