Por: Redacção 


Inspirado na revista Forbes, que lançou recentemente uma lista actualizada das personalidades ligadas ao hip-hop que mais facturaram durante o ano em curso, no topo aparecem os 4 nomes mais regulares: P.Diddy lidera o ranking há três anos consecutivos, seguido de Drake, Jay-Z, e Dr. Dre, respectivamente, este ano. Por cá, a JdB fez um pequeno inquérito sobre os artistas que mais lucraram entre nós, lideram a lista Anselmo Ralph, Matias Damásio e Big Nelo. Apure!

Numa realidade em que o patrimônio e as fontes de rendimento dos artistas estão praticamente expostos para quem deseje ver, não é difícil de todo saber quais os artistas estão na tão desejada lista, bem como os motivos para nela se encontrarem. Fizemos uma análise em termos comparativos, sem no entanto termos acesso à relação de bens dos jovens artistas angolanos, fazedores de música.

A nossa lista foi idealizada com base em opiniões de entrevistados que nos disseram quais eram os 5 artistas que consideram estar a facturar mais e por quais razões. “Acho que em 1º está o Anselmo, depois o Yuri da Cunha e o Damásio, por levarem a sua música para outros mercados lucrativos, o Big Nelo, por ter uma produtora de sucesso, e por último o Nagrelha porque conheço pessoas próximas a ele e posso afirmar que tem”, disse Alexandra Dória.

Luís Miguel é apreciador de hip-hop e disse que dentre os músicos do seu estilo favorito, pode destacar nº1 Anselmo Ralph, “se considerarmos que o r&b é um elemento da cultura hip-hop”; depois o Pirack Need U e o Negro bué, que acredita estarem quase no mesmo nível em termos de negócios, boas relações segundo coisas que ouve no meio; “em 4º o Nkrumah Beia, que também é um bom homem de negócios e tem várias empresas segundo dizem; em 5º a Força Suprema porque são vários deles a fazerem dinheiro a solo, e numa espécie de top 5 eu colocaria o Sarissari porque parece que tem um emprego estável fora do rap”, sobre os outros núcleos musicais, disse saber muito pouco e não estar à altura de afirmar nada acerca destes.

“Acho que o Anselmo, pelo contrato que tem com o ‘The voice Portugal’; a Força Suprema; o C4 Pedro por causa da carreira internacional, nesse tempo da dificuldade de divisas ter uma carreira fora é muito importante para fazer dinheiro; Yola Semedo por causa da solidez na carreira e o Big Nelo”, foi a opinião de Carlos Pires, que ainda mencionou nomes como Neru Americano e outros, que apesar de estarem a facturar bem, têm ainda muitos encargos com agentes e outras questões do dia-a-dia por estarem no princípio das suas carreiras e não terem ainda uma solidez que só chega com os vários anos de trabalho.