Por: Redação


A Universidade Católica de Angola subiu 23 lugares no ranking dos 200 estabelecimentos de ensino superior mais populares em África, de acordo com o Unirank, site que se dedica a desenvolver listas de classificação de universidades em todo o mundo, da autoria da International Colleges and Universities.

Segundo o jornal Expansão, além de subir de 101º para 78º posição no ranking das 200 universidades mais populares de África na internet, a Universidade Católica de Angola ocupa, pelo segundo ano consecutivo, o primeiro lugar na lista das 10 melhores universidades angolanas, seguida pela Universidade Metodista de Angola.

Num ranking cujo top 10 é liderado por universidades sul-africanas, num total de nove, a Universidade Metodista subiu de 177.º para 132.º lugar, comparativamente ao ano passado. E a Universidade Técnica de Angola entrou para a 193.ª posição do ranking, que este ano retirou da lista a Universidade Agostinho Neto, que, em 2016, ocupava o 175º lugar.

O ranking, liderado pelas Universidades da Cidade do Cabo, Pretória e da África do Sul, em 1º, 2º e 3º lugar, respectivamente, avalia as instituições a partir dos seus sítios na internet, medindo os resultados dos trabalhos de pesquisa, as publicações online, o alcance das publicações, o acesso científico que a universidade possibilita aos investigadores e outras instituições de pesquisa, situadas em países em desenvolvimento.

É ainda avaliado o acesso ao conhecimento científico e seu aproveitamento pelos parceiros económicos, industriais, políticos, culturais e a comunidade local.