Texto:  Jéssica dos Santos


Adilson Adriano Branquinho Leal, de 28 anos,  de Luanda, formado em Gestão Comercial e Marketing, é dono do centro de formação ‘Visão Magna’, certificado pelo INEFOP- Instituto Nacional de Emprego e Formação como entidade formadora e que coloca vários jovens no delicado mercado de atendimento ao cliente.

Existente há 3 anos, o centro de formação de Adilson visa formar e preparar profissionais qualificados e especializados em diversas áreas e serviços, integrar os mesmos no mercado de trabalho através de estágios contemplados por empresas parceiras.

A empresa nasceu de “uma Visão Magna” daquilo que é o mercado nacional de um modo geral, explica, as grandes oportunidades que o mesmo oferece.  O Centro de Formação nasceu da experiência que o mesmo trazia da área de atendimento ao cliente, vendas e marketing, sendo notável que o mercado nacional para crescer precisa de uma nova visão no que toca a interacção entre os clientes e as empresas e esta passa pela capacitação dos profissionais responsáveis por esta interacção.  

O nome do centro surgiu pela crença na magnitude da visão, segundo descreve, ”em ver a vida como um mundo de grandes oportunidades”, diz. 

A estratégia de marketing está focada no Real momento de interacção da Visão Magna com os clientes nas formações, pois estes esforçam-se para garantir que os formandos saiam das salas de Formação ricos de conhecimento, “isso sim é que é um dos maiores ativos em publicidade”, refere.

O Centro de Formação conta com uma sala de formação apenas nas instalações e abriram outras mediante a demanda em algumas instituições parceiras.

Há mais adesão por parte de empresas preocupadas em melhorar seu capital humano, mas Em em média são 26 à 30 alunos particulares por mês, e explica que para o mercado têm estado muito contraídos.

Segundo o Jovem promissor, a parcerias com as lojas de calçados como a SEASIDE Angola e a Viva Sapato, permite estágios aos formandos, depois das formações de Atendimento ao cliente e Técnicas de Vendas, de um mês não remunerado, onde eles podem aperfeiçoar suas habilidades e concorrer para uma vaga de emprego nestes parceiros.

 No que toca estágios não pára por aí, conta também com parecerias de alguns portais, a TPA, RNA, entre outras.

O patrão da Visão Magna ambiciona tornar-se uma das melhores no ramo em que actua, e assim “preparar novas pessoas para um novo mercado”.

Além do centro de formação, Adilson Leal e a Visão Magna têm projetos a serem preparados para este ano e um deles são os Workshops. Evento este que segundo promete Adilson, terá uma dimensão “jamais vista no país” .

O jovem empreendedor confessa que  conseguiu ter uma empresa sólida com o capital humano capacitado, e está apostado a dar resposta a esta necessidade no mercado.

Sendo o mês da Juventude, e sendo o mesmo jovem promissor, deixa um apelo para os outros: “Resiliência. Existe muito trabalho para se fazer sucesso do dia para noite”, concluiu. 

Adilson Adriano Branquinho Leal, de 28 anos,  de Luanda, formado em Gestão Comercial e Marketing, é dono do centro de formação ‘Visão Magna’, certificado pelo INEFOP- Instituto Nacional de Emprego e Formação como entidade formadora e que coloca vários jovens no delicado mercado de atendimento ao cliente.

Existente há 3 anos, o centro de formação de Adilson visa formar e preparar profissionais qualificados e especializados em diversas áreas e serviços, integrar os mesmos no mercado de trabalho através de estágios contemplados por empresas parceiras.

A empresa nasceu de “uma Visão Magna” daquilo que é o mercado nacional de um modo geral, explica, as grandes oportunidades que o mesmo oferece.  O Centro de Formação nasceu da experiência que o mesmo trazia da área de atendimento ao cliente, vendas e marketing, sendo notável que o mercado nacional para crescer precisa de uma nova visão no que toca a interacção entre os clientes e as empresas e esta passa pela capacitação dos profissionais responsáveis por esta interacção.  

O nome do centro surgiu pela crença na magnitude da visão, segundo descreve, ”em ver a vida como um mundo de grandes oportunidades”, diz. 

A estratégia de marketing está focada no Real momento de interacção da Visão Magna com os clientes nas formações, pois estes esforçam-se para garantir que os formandos saiam das salas de Formação ricos de conhecimento, “isso sim é que é um dos maiores ativos em publicidade”, refere.

O Centro de Formação conta com uma sala de formação apenas nas instalações e abriram outras mediante a demanda em algumas instituições parceiras.

Há mais adesão por parte de empresas preocupadas em melhorar seu capital humano, mas Em em média são 26 à 30 alunos particulares por mês, e explica que para o mercado têm estado muito contraídos.

Segundo o Jovem promissor, a parcerias com as lojas de calçados como a SEASIDE Angola e a Viva Sapato, permite estágios aos formandos, depois das formações de Atendimento ao cliente e Técnicas de Vendas, de um mês não remunerado, onde eles podem aperfeiçoar suas habilidades e concorrer para uma vaga de emprego nestes parceiros.

 No que toca estágios não pára por aí, conta também com parecerias de alguns portais, a TPA, RNA, entre outras.

O patrão da Visão Magna ambiciona tornar-se uma das melhores no ramo em que actua, e assim “preparar novas pessoas para um novo mercado”.

Além do centro de formação, Adilson Leal e a Visão Magna têm projetos a serem preparados para este ano e um deles são os Workshops. Evento este que segundo promete Adilson, terá uma dimensão “jamais vista no país” .

O jovem empreendedor confessa que  conseguiu ter uma empresa sólida com o capital humano capacitado, e está apostado a dar resposta a esta necessidade no mercado.

Sendo o mês da Juventude, e sendo o mesmo jovem promissor, deixa um apelo para os outros: “Resiliência. Existe muito trabalho para se fazer sucesso do dia para noite”, concluiu.