Texto: Albino Tchilanda


 

A selecção angolana de futebol sub20 vai participar de 29 de Maio a 10 de Junho deste ano na 45º edição do torneio internacional de selecções de base em Toulon, Franca, 21 anos depois da última presença neste festival. O vice-presidente da FAF explica sobre as vantagens dessa participação para a selecção nacional. 

O anúncio da participação dos palanquinhas foi reforçado, em declarações à Angop nesta quinta-feira, pelo vice-presidente da Federacão  Angolana de Futebol, Adão Costa, que sublinhou os benefícios da participação de Angola na mais alta competição de futebol das seleções do escalão de base.

O torneio internacional de Toulon é uma prova organizada anualmente pela Federação Internacional de Futebol Associado (FIFA) em parceria com a federação francesa e reúne grandes equipas de futebol deste nível que, segundo o responsável, constituirá uma “mais-valia” na formação futebolística dos jogadores, dirigentes e todos aqueles que trabalham em prol da massificação e desenvolvimento do futebol jovem no país.  

“O torneio de Toulon é uma competição do topo da hierarquia do futebol mundial. A presença de Angola constitui um importante ganho de rodagem e experiência competitiva. Também por ser uma montra do futebol internacional deve servir de projecção da imagem de Angola e permitir a obtenção de resultados que influenciam  sua classificação no ranking internacional”, reforçou.

O dirigente garantiu que depois dos treinos da última quarta-feira, no Estádio da Cidadela, a selecção angolana está preparada para defrontar as equipas do seu grupo. Os palanquinhas encontram-se no grupo A, onde defrontarão as equipas da Inglaterra, Japão e Cuba na primeira fase, sendo a selecção do Japão a primeira a disputar, no dia 1 de junho pelas 17h00. 

O torneio actualmente denominado por “Taça Maurice Revello” congrega, nesta 45º edicão12 países. África está representada por Angola e Cote d’Ivoire, esta última vencedora da edição 2010.

A última participação de Angola no torneio foi em 1996, sob orientação técnica de Oliveira Gonçalves e José Kilamba. A selecção nacional acabou eliminada logo na primeira fase.

O torneio de Toulon começou a ser disputado em 1967, tendo saído como vencedora a seleccão da Bélgica. França, com 12 títulos e Brasil com oito são os mais titulados

A última edição, disputada em 2016, acabou por ser arrebatada pela Inglaterra, ao bater na final a anfitriã França, por 2-1.