Por: Jéssica dos Santos

Imagens: Céus Alexandre 


Kelly Melo Silva, de 36 anos, solteiro com 4 filhos, depois das polémicas originadas pelo videoclipe sensual da música ‘Atrevida’ e a dança, também sensual, do tema ‘5 minutos’, o artista esteve na nossa redação  para uma conversa onde falamos sobre o seu grande momento e percorremos também um pouco na sua carreira. Kelly revelou que um dos hits do sucesso, ‘Atrevida’ foi escrita, gravada e misturada no mesmo dia, e aproveitou deixar tudo claro relativamente à polémica que a cantora Titica levanta em torno da música ‘5 minutos’. O cantor garantiu que o álbum está para breve e será “muito excitante e sensual”.

O cantor confessa que reagiu bem aos vídeos, na maior naturalidade, “fui partilhando os vídeos a rir e inclusive a comentar que não via malícia no vídeo que havia sido clonado do meu original `Atrevida`”. De acordo com o artista, as pessoas são livres de dizerem o que quiserem, “o importante é que eu não sou aquilo que as pessoas dizem”.

Kelly confessa que de um modo ou de outro as músicas ‘5 minutos’ e ‘Atrevida’ acabaram por impulsionar a sua carreira “e o resultado disso é o sucesso que a música faz”, confia.

As reações por parte da família do cantor no princípio não foram das melhores, revela, “a minha família quando viu os vídeos sentiu-se mal, principalmente os meus filhos e a minha parceira, porque ninguém quer ver o seu chefe de família, aquele que é o exemplo de pessoa, o espelho da casa, a ser mal falado pela sociedade, nas redes sociais, eu sei que os meus filhos ficaram chateados, ficaram tristes, mas eu sempre levei as coisas na maior desportiva”.

O cantor conta que minimiza a pressão que a família sofre alertando os filhos conversas do tipo: “vocês sabem que o papá não é isso que as pessoas estão a falar, vocês têm o videoclipe original e não é isso que as pessoas vão comentando no vídeo”. O músico diz que  teve de explicar aos filhos que houve muito bullying, que depois foi convertido em bênçãos, “quando levanto a cabeça e dou força à minha família e a todos que nos rodeiam, é obvio que todos ficam com uma energia positiva”.

Questionado se gostaria de ser reconhecido como um ícone sexual, o artista negou, “só os actores pornográficos é que querem ser reconhecidos assim, se for dessa maneira, que seja pela minha parceira”, “agora quanto às pessoas, cada um é livre de ter a imaginação da minha pessoa dentro dela, eu não me importo, cada um é livre de pegar e pensar o que ele quer que eu seja, mas eu especialmente ícone sexual sou sim para a minha parceira”, remata.

Kelly revelou que a música “Atrevida” foi escrita, gravada e misturada no mesmo dia, “foi uma madrugada inteira a fazer isso”. “Em principio seria eu o atrevido, mas depois mudamos para ela a atrevida”, frisou.

Quanto ao hit do momento, ‘5 minutos’, Kelly Silva confessou que foi apenas intérprete, sendo que os compositores são os jovens:  Adilson e Sinatra. Explicou que os rapazes fizeram a direção do canto, chamaram a Titica, e ela fez a parte do coro e deixou a música, “peguei a música e gravei-a, e eles disseram, ‘olha o kota é a pessoa certa para fazer o vídeo’, e eu interpretei de tal maneira, eles queriam tirar a voz da Titica da música, mas eu disse não”, continuou a explicar, sugerindo que se deixasse a voz da cantora, “aumentamos uma série de efeitos e misturou-se com a minha voz e a do Adilson para poder dar consistência a música, porque a pessoa ao gravar algo tem de viver também a música, interpretar mesmo ela, e foi o que eu peguei e fiz e lá está o sucesso”, referiu.

A carreira do cantor encontra-se agora no auge, segundo o artista o número de shows aumentou e está com apresentações para fazer em Portugal numa das casas nocturnas mais conhecidas, ‘Docks’, em seguida a discoteca Kristal, seguindo para o Algarve, em Portugal, está também em negociação a aparição do cantor para Londres, Holanda, Suíça e França.

O artista revelou que a obra discográfica está quase pronta, só não está ainda no mercado porque o mesmo sairá com o DVD, “posso garantir que será um CD muito excitante, porque as pessoas quando forem ouvir as músicas cada um vai ter a liberdade de pegar e viver cada momento das músicas”, garante. Reforçou que será um CD “muito sensual, muito picante, no que concerne à dicas das músicas, mas atenção, sem pornografias e palavras obscenas porque isso não faz parte da minha educação”, refere.

“Queremos tirar o CD ainda esse ano, porque faço 25 anos de carreira este ano e nunca fiz assim um show meu que seja assim grande, tipo no cine Atlântico, Cidadela, Coqueiros, nunca fiz”. Afirma que  sempre teve medo de o fazer pelo que tem a impressão que este ano tem tudo para o fazer “porque conseguimos tocar no coração de cada angolano, em várias partes do mundo as pessoas estão a consumir”, “então acho que fazer um agora seria espetacular, prova disso tentamos medir a pulsação do pessoal, vimos na discoteca Bay in, a casa estava lotada o mesmo aconteceu nas ‘Quartas Quentes’ de Calado Show, acho que está na altura”, confia.

Kelly Silva reconhece que no passado não fazia tanto sucesso como está a fazer agora, e se no passado não aconteceu é porque Deus não quis que assim fosse, e não estava preparado para receber as bênçãos que está a receber agora “sinto-me agora preparado para tal, estou mais maduro e essas bênçãos chegaram no momento certo, porque nada acontece por acaso, tanto que podemos ver que Deus faz o certo por linhas tortas, críticas e das críticas para o sucesso”.