Por:  Albino Tchilanda


Os pugilistas angolanos de peso médio Maninini Mambimbi  (92kg), Tumba Sila (91kg) e Carlos Silva (81 kg), que se deslocaram na semana passada à cidade de Hamburgo, Alemanha, para participar do campeonato Mundial de Boxe, que decorre desde sábado último, continuam desaparecidos e ainda não se sabem as causas, a Federação Angolana de Boxe (FABOXE), que está a ser permanentemente informada pelas autoridades alemãs, promete explicar dentro de dias as circunstâncias da fuga dos competidores.

O desaparecimento dos três atletas foi um dia antes do início da competição. Mambimbi, Tumba e Carlos foram dados como sumidos do hotel em que se encontravam hospedados na cidade de Hamburgo. Depois de se aperceberem sobre a não estada dos mesmos, a comitiva deu a conhecer à Federação Angolana de Boxe e esta  em seguida fez as diligências para que as autoridades alemãs tomassem conhecimento.

O responsável para a área de Comunicação e Imagem da FABOXE, Bento Inácio, em declarações à Rádio 5, disse que a direcção da FABOXE ainda não sabe o que motivou os atletas a desistir da competição, mas tudo está a ser feito para que dentro de dias se esclareça o assunto.

“Tão logo nos apercebamos sobre o sucedido, comunicamos imediatamente às autoridades locais e dentro de três dias a nossa direcção poderá chamar à imprensa para esclarecer”.

Tudo acontece dois meses depois de o jovem futebolista sub-20, Rashid, que no passado mês de Junho se encontrava em França a competir na turnê de Toullon desapareceu quase nas mesmas circunstâncias.