Texto: Adalmira Ekuikui

Em conversa com a JdB, nesta terça-feira, o teólogo Mário Santos considera que as igrejas têm na moral a sua máxima autoridade e que “são as únicas instituições que têm nos valores o foco do seu anúncio”.

O papel das igrejas é centralizado no homem onde a mesma procura transmitir valores morais cívicos e culturais que servirão de base e alicerce para as famílias e a sociedade, refere. O teólogo fez lembrar da responsabilidade de cada cristão em preservar os valores morais, “a moral é consequência directa e prática da fé. Daí a grande responsabilidade dos cristãos em velar por ela”.

Já o pastor da Igreja Motodista Unida (IMU), Diogo Raimundo de Sousa, em recentes declarações à Angop, referiu que a igreja participa no processo de resgate dos valores morais e cívicos, ensinando as pessoas a praticarem o bem e a valorizaram o ser humano.

Explicou ainda que a IMU têm realizado palestras, sermões e debates livres com psicólogos, sociólogos, juristas, médicos, pastores e especialistas para abordagem das regras de convivência social.