O ‘Slam do Amor’  realizou, esta quarta-feira, na discoteca Kings Club, em Luanda, um evento Cultural denominado ” Aprendendo com Mulheres. Violência contra Mulheres”. O evento serviu para abordar os problemas de violações dos direitos da mulheres Para além de abordar as questões de violações domésticas cometidos contra as mulheres, o certame tratou também de questões ligadas aos direitos humanos.
 A activista, Djamila Ferreira, que presidiu o encontro, explicou à JdB que a violência contra a mulher é um facto.Ela não é apenas praticada por homens, mas também pelas próprias as  mulheres.
A violência contra a mulher não é apenas  praticada em casa, continuava a defensora dos direitos humanos, em função do grau de proximidade e afinidade entre a vítima e o agressor. Hoje, muitas mulheres são violentadas por indivíduos desconhecidos.
para os artistas é imperioso acabar-se com o abandono familiar, abuso sexual, preconceitos e estereótipos que atentam contra dignidade da mulher. “As leis existem por isso, os órgãos competentes têm de dar respostas a altura, a fim de desincentivarmos a violência contra a mulher, e acautelarmos os direitos desta
Para Djamila Ferreira, é importante que as leis estejam aí para salvaguardar os direitos da mulher enquanto mulher e pessoa humana, tendo sublinhado ainda que a violência física como a psicológica, contra a mulher, deve merecer a atenção da sociedade.
A slammer Bel Neto, vencedora do 3º lugar do Rio Poetry Slam – Flup 2017, com o poema ‘Porrada não me Seduz’ deu ar de sua graça, levando o público presente a reflectir sobre a violência contra a mulher:
“Quando eu era mais várias vezes vi minha mãe chorando num cantinho qualquer da casa, ela fazia de tudo para que eu não a visse, testemunhou.
Pedro Bélgio, organizador do evento, realçou que o encontro tem por objectivo levar o homem a reflectir certas práticas e causas num prisma diferente.
Ao som da viola tocada por Bona Ska, interpretando Kelly Key, Filipe Mukenga, Lura e André Mingas, Evanice de Sousa contagiou o público presente com a sua voz inconfundível.