Por: Albino Tchilanda


Os jogadores do Progresso da Lunda Sul recusam-se desde quarta-feira naquela província em participar dos treinos  de preparação por causa dos quase 4 meses sem salário.

Os treinos que visam a preparação dos confrontos da segunda  volta do Girabola Zap 2017 estarão suspensos, segundo adiantou à JdB  um dos jogadores, que  pediu anonimato.

Segundo os jogadores daquela formação, a ausência de salário há mais de 3 meses está a causar um mal estar à equipa. Segundo a fonte, ainda não conseguiram apurar se a equipa directiva também está a passar pelos mesmos problemas.

A falta de ordenado nessa formação de futebol tem condicionado os treinos desde o final da primeira ronda do Girabola Zap 2017.

O técnico da formação,  Albano Cesar, citado pela Angop, confirmou  o facto, pelo que  lamenta os transtornos que estão a causar à equipa técnica que se tem deslocado aos campos para os treinos.

Por seu turno, a direcção do clube promete pronunciar-se em conferência de imprensa nos próximos dias para esclarecer o caso, prometendo que tudo está ser feito para que a situação se resolva, visto que faltam poucos dias para o arranque da segunda volta do Girabola-2017.

O Progresso da Lunda Sul ocupa a 14ª posição, com 12 pontos, fruto de três vitórias, igual número de empates e nove derrotas, com um saldo de 12 golos marcados e 23 sofridos, sendo a terceira defesa mais batida do campeonato.