Por: Albino Tchilanda

A cidade de Luanda vai acolher pela segunda vez, de 10 a 19 deste mês, a Taça africana dos Clubes Campeões em Basquetebol sénior feminino. O evento que vai decorrer no Pavilhão Multiusos, nas imediações da via expressa, poderá opor nove equipas africanas, sendo as formações do Inter-Clube e do 1º d´Agosto as únicas representantes angolanas.

A confirmação do evento na capital angolana acontece dois anos depois de a referida competição ter passado naquele pavilhão. A prova, que inicia já amanhã, segundo avançou a fonte da organização citada pela Angop, poderá apenas ter lugar nu único campo.

As razões para a escolha de Luanda pela segunda vez como anfitriã deve-se ao nível organizativo aquando da realização, em 2015 da prova.

Na presente edição duas equipas angolanas vão representar o país, sendo o 1º d´Agosto, formação que inaugurou o titulo em, Luanda e o Inter.

Neste momento já se encontram em Luanda as equipas do KPA do Quénia e o Ferroviário de Maputo, enquanto o First Bank da Nigéria, Equity do Quénia e os representantes da República Democrática do Congo (ASB Vitória e SB Motema) têm chegada prevista para o período da noite. O GSP da Argélia é aguardado até a madrugada de sábado.

Com nove equipas (das quais duas caseiras), menos três em relação a 2015, a presente edição da Liga é uma organização do clube mais titulado do ranking africano, o Interclube (cinco troféus), que mesmo falhando o apuramento, em Gaberone, tem agora a oportunidade de conquistar o sexto troféu diante do seu público. O Inter é o detentor do título, alcançado em Maputo, Moçambique.