Por: Redação


O médico naturalista Gabriel Viva está na província  do Uíge para vender e autografar sua revista científica intitulada “Infertilidade masculina e feminina”, com objectivo de ajudar as pessoas que padecem deste problema. Num dos capítulos da brochura, o especialista apresenta diversas práticas alimentares em que o paciente cura-se usando somente frutas.

Gabriel Viva explicou, em declarações à Angop, que a obra, com 44 páginas, é constituída em duas partes, retratando na primeira o que é a infertilidade, seus factores tanto masculinos como femininos e como resolver o problema.

A segunda aborda a frutoterapia como ciência auxiliar da fitoterapia, que se ocupa do estudo das propriedades curativas das frutas. Neste segundo capítulo, o médico apresenta diversas práticas alimentares em que o paciente cura-se usando somente frutas.

O naturalista define também a monoterapia como método de cura que consiste ao uso exclusivo de um tipo de fruta para o tratamento de uma determinada patologia.

Gabriel Viva informou que para a publicação da obra recebeu na sua ervanária cerca de 367 casos de infertilidade feminina e 178 masculinos.

“Este estudo mostra que a infertilidade em Angola é um problema de saúde pública. Sendo assim, esta situação nos serviu de incentivo para escrever esta revista”, sustentou na sua obra.

O autor é natural da província do Huambo, é formado em fitoterapia, homeopatia, terapia orgânica e mestre em nutrição, é vice-presidente do Conselho Nacional da Medicina Natural e Tradicional em Angola.