Texto: Albino Tchilanda


Actualização (16 de Março de 2017: 15:00): O presidente da Federação de Madagascar, Ahmad Ahmad, foi eleito nesta quinta-feira como novo presidente da Confederação Africana de Futebol (CAF) ao vencer o camaronês Issa Hayatou, que tinha ocupado ininterruptamente a presidência da entidade desde 1988.


O concelho da Confederação Africana de Futebol e Associados, COSAFA, dirige desde terça-feira última uma campanha para impedir a recandidatura do camaronês Issa Hayatou, que estava em frente dessa organização há mais de 30 anos.

A iniciativa é do presidente da ZIFA (Federação de Futebol do Zimbabwe), o camaronês Philip Chiyangwa.

Issa Hayatou, de 70 anos, já foi vice-presidente sénior da FIFA, presidente do Comitê Organizador dos torneios Olímpicos de futebol da FIFA (até 2006), vice-presidente do Comitê de Segurança e Fair Play da FIFA ; membro do Comitê Organizador do Mundial de Futebol.

Em 2015 foi presidente interino em substituição de Joseph Blatter, então suspenso devido as denúncias de corrupção protagonizada três dias após da quinta reeleição do suíço, que em Junho de 1998, durante o 51º Congresso Ordinário da FIFA, em Paris, sucedeu o brasileiro João Havelange, tornando-se no oitavo presidente da história da organização máxima que rege o futebol Mundial, tendo permanecido nessa entidade por cinco mandatos consecutivos, isto de Junho de 1998 a 2 Junho de 2015.

Controvérsias essas que deram lugar à convocação imediata da assembleia extraordinária que elegeu no dia 26 de Fevereiro de 2016 o italiano Gianni Infantino, actual presidente da FIFA.