Por: Redação


A Federação Angolana de Futebol (FAF) e o Ministério do Ambiente assinaram, ontem, no Museu de História Natural, em Luanda, um protocolo para a divulgação da Palanca Negra Gigante durante os jogos oficiais e amistosos das selecções nacionais, por período indeterminado.

O presidente da FAF, Artur de Almeida e Silva e a ministra do ambiente, Fátima Jardim, assinaram o acordo no âmbito da preservação do antílope angolano, segundo informou o Jornal de Angola.
A FAF vai continuar a usar o logótipo da Palanca Negra Gigante no seu equipamento de jogo, material gastável, sítio electrónico, nas redes sociais e em todas as provas oficiais no país e no estrangeiro.

No decorrer da cerimónia, Flávio Amado, antigo avançado dos Palancas Negras e marcador do único golo da selecção nacional de honras no Campeonato do Mundo da Alemanha, em 2006, recebeu certificado de  reconhecimento da FAF, pela participação na prova, das mãos da ministra Fátima Jardim. Foram distinguidos de igual modo com certificados de mérito o avançado Chico Banza, do Real Sambila FC, que foi o melhor marcador da 45.ª edição do torneio de Toulon, com quatro golos, disputado no período de 29 de Maio a 10 deste mês. Recebeu igualmente o certificado de mérito pela participação no torneio francês o médio ofensivo Calebi Yanda, do Interclube.