Faleceu na Libéria, Salomé Karwah, sobrevivente do vírus Ebola que, ao derrotar a doença, se voluntariou para voltar às unidades de tratamento como assistente de saúde.

Embora as causas da sua morte estejam ainda por se apurar, funcionários da saúde na Libéria garantem que foram iniciadas as investigações.

A família de Salomé disse que ela morreu depois que o hospital onde ela procurou ajuda depois de ter complicações ao dar à luz- se ter recusado a ajudar – porque eles temiam que ela fosse infectá-los- pois sabiam que ela era uma sobrevivente do vírus. De acordo com a família, quando Salomé foi enfim atendida, ela foi alvo de um tratamento diferencial dos médicos.

O marido de Salomé, diz que quer saber a verdade sobre sua morte, ele se recusa a culpar o hospital por enquanto.

Salomé ficou conhecida mundialmente quando com outros profissionais de saúde, foi destaque na capa da revista Time dos EUA, como uma das personalidades do ano de 2014.