Espectáculo musical, corridas motorizadas, karting, rali, gincanas, desfiles e show de perícia, foram algumas das atracções que marcaram, neste fim de semana, a 1.ª edição do ‘RodasMusic Festival’ (RMF), um evento de cariz filantrópico, fruto da organização dos vários clubes Motards de Angola, realizado no Autódromo Internacional de Luanda e que visa celebrar a união entre “a música e os motores”.

Cerca de 12 bandas musicais, 12 Djs, artistas e 10 clubes Motards juntaram-se, pela primeira vez no país, num evento radical com duração de três dias que vai marcar a agenda anual de eventos.

O Paintball, a praia artificial, a feira de empresas e feira de solidariedade foram alguns dos polos de atracção nas actividades dos 3 dias. A cerimónia matrimonial de um casal de motards que escolheu aquele local para a realização do seu casamento, foi um dos momentos mais altos do RMF.

A Angola Rescue, uma associação sem fins lucrativos de interesse público, que tem apoiado instituições de responsabilidade social e o Hospital Geral de Luanda, foi a responsável pelo cariz filantrópico da actividade. “A nossa acção, nesse evento, está exclusivamente voltada para a angariação máxima de recursos para as nossas actividades”, explica Filipa Augusto, directora da Angola Rescue.

Para Carlos Oliveira, organizador do RodasMusic Festival, o balanço é positivo. “O evento correu bem e não tivemos qualquer acidente. A nível de organização superámos as expectativas, embora não tenhamos atingido o número de espectadores que esperávamos. É a primeira edição e o evento foi preparado com muito pouco tempo de antecedência. A segunda edição começará já a ser preparada a partir do próximo mês.”

“Estes eventos dependem dos grandes apoios das empresas”, explicou, agradecendo à Edições de Angola, Toyota de Angola, Pumangol, Neuce e DSTV Angola, e outras, sem as quais a realização deste evento não teria sido possível.