Por: Albino Tchilanda


O jovem brasileiro, Neymar Júnior, de 25 anos, que até a madrugada de ontem representava a equipa catalã do Barcelona desde 2012,  explicou hoje, a partir de Paris, via redes sociais, que  trocou o Barça pelo Paris Saint-Germain porque quer enfrentar novos desafios.

“Um atleta como eu precisa de desafios. Aceitei a proposta do PSG por ser um clube que tem as mesmas ambições que eu. Quero tentar novas conquistas e ajudar o clube a alcançar os títulos que a massa adepta espera”, explicou o jovem atleta.

As explicações do atacante brasileiro surgem depois de várias polémicas sobre o que estaria na base da saída do jovem jogador do clube dos seus sonhos, o Barça.

O jogador esclareceu que não está a trocar o barça por querer ser o melhor do mundo, mas porque quer enfrentar novos desafios e promete dar o seu melhor.

“Só assinei este ano porque sinto-me mais bem preparado agora e não o faço porque quero ser o melhor do mundo, tudo que eu quero é novos desafios”, justificou.

Depois de um longo período de negociações com os dirigentes da equipa catalã face aos 222 milhões de Euros exigidos pela cláusula de rescisão do contrato. O clube francês, Paris Saint-Germain,  efectuou o pagamento da cláusula de rescisão neste  valor, tornando-o no jogador mais caro da historia do futebol.

Emocionado, o ex-número 7 do Barcelona, considerou um grande privilégio jogar com Messi e Soares e prometeu nunca esquecer a equipa da Catalunha e mostra-se disposto a jogar, mesmo que seja amanhã.

O atacante erguerá a camisola número 10 do antigo ponta deste clube, o francês  Pastore e estará vinculado no clube por 5  temporadas com um salário anual líquido de 30 milhões de Euro, não contando com as publicidades.