Por: Redacção
Imagem: DR


O rapper e líder da Força Suprema, NGA, justificou ontem no programa RC, de Miguel Neto, sobre a linha que Vui-Vui o mandara na música do Projecto X com o título homónimo. Segundo NGA, as cuecas tinham sido compradas pela irmã do Masta para todos elementos do grupo usarem no momento do primeiro espectáculo da FS em Angola, em 2012, no pavilhão da Cidadela.

De acordo com o rapper, ladeado dos colegas e estavam à conversa com Miguel Neto num restaurante em Portugal, tinha pedido à irmã do Masta para que fosse comprar boxers para as usarem e substituirem na medida em que fossem trocando de roupa no espectáculo e pelo facto de transpirarem “muito”, entretanto, continua, não pôde dar conta, na altura, se as peças eram originais ou falsas, tendo assim as imagens daquele evento se repercutido mais tarde e consequentemente Vui-Vui ter tirado proveito do facto.

Logo, pode-se assim concluir que a “mboa” que lhe tinha oferecido aquelas “… cuecas da lalala” era a irmã do colega.

A Força Suprema disponibilizou no dia 25 de Abril oito faixas e sete vídeo clipes a responder o beef do Projecto X, composto por Vui-Vui, Sandocan, Kadaff e Man Kila.

Recentemente o ministro da Juventude e dos Desportos, Albino da Conceição, reuniu com a Força Suprema, representado por DJ Samurai, e Projecto X para tentar acalmar o mal-entendido entre os dois grupos.

Segundo o site Hip-Hop Angolano, no encontro onde também participaram os cantores Phathar Mac, como Embaixador da Juventude e pioneiro do movimento Hip Hop no país, e Puto Prata, funcionário do ministério, o ministro Albino da Conceição mostrou-se preocupado com as provocações que os rappers têm estado a trocar nas músicas e também nos meios de comunicação social.