A 2ª Gala de premiação dos ‘Jovens da Banda’ que se destacaram no presente ano aconteceu na noite do último sábado, no Palmeiras Club, em Luanda. O evento foi apresentado pelo humorista Tiago Costa e a apresentadora de televisão Dalila Prata.

Com o tema ‘Heróis da banda’, a gala começou com texto de Paul McLuv e música de Felipe Mukenga, num vídeo em singela homenagem aos nossos heróis das várias regiões do país que sacrificaram a sua juventude pela conquista da independência.

O grupo Sotaque abriu o cenário musical e logo em seguida, Mila Malavoloneke, directora da revista, apresentou o corpo de jurados e explicou sobre o trabalho árduo que tiveram para seleccionar os candidatos. 

Txio Paulo, vencedor da categoria Sensação da net, revelou que estava “extremamente” satisfeito, uma vez que entre os concorrentes era o que tinha menos tempo de carreira e igualmente menos idade. Agradeceu aos ‘novinhos’ e ‘novinhas’ que votaram em nome do seu ‘ministério’. “Quando o trabalho é bom as recompensas vêm”, afirmou, “os outros candidatos trabalharam muito bem, mas acredito que esse tenha sido o meu ano, completei agora um ano de carreira e acho que esse foi o ano que o Txio Paulo explodiu”, disse. 

Josué Barros Van-Dúnem, de 28 anos, é o Jovem do ano, que levou mobília avaliada em 10 milhões de kwanzas, patrocinada pela empresa Jav.  Josué Van-Dúnem alimenta o sonho de ser Procurador-Geral da República com a venda de pães na zunga. O jovem e pai de uma menina, de 9 anos, vive nas imediações do mercado dos Kwanzas, no Cazenga e frequenta o curso de Direito na Universidade Jean Piaget, em Viana. Diariamente compra duas caixas de 100 pães a 1500 kwanzas cada, para conseguir um lucro de 600 kwanzas diários.

Toty Sa’Med, o grande premiado na categoria de Músico do ano, revelou numa publicação no Facebook que este é seu primeiro prémio, considerou: “por muito que não se trabalhe para prémios, ganhar um é sempre especial. O meu primeiro é muito mais que isto, é incentivo e recompensa. Obrigado à Jovens da Banda por este prémio, a todos os envolvidos nesta conquista e aos fãs que justificam este árduo trabalho como artista”, concluiu.

Neliengue Sancho, concorrente ao prémio de melhor reportagem, manifestou-se feliz com a escolha da reportagem vencedora, do qual foi vencedor Kinavuídi Barbosa, e com a organização da gala como um todo. “Acho que ganhou um justo vencedor”, confessou. 

Um dos convidados da gala, Lutuima Cardoso, em companhia de um amigo, disse que apesar de em algumas categorias não terem ganho os candidatos que esperava, “sempre é um bom exercício e um grande estímulo para os jovens continuarem a trabalhar e trazer coisas novas”. “A organização está de parabéns e espero que o evento seja contínuo porque ainda há muito poucos dessa natureza”. 

Vencedores 

Artista Plástico – Silvestre Kizembe
Desporto – Omar de Sousa
Ativista Social – Laurinda Gouveia
Sensação da net -Txio Paulo
Apresentador do ano – Sofia Lucas
Jornalista do ano – Zenilda Volola
Reportagem do ano – Kinavuidi Barbosa
Literatura – Job Sipitali
Fotógrafo – Jessé Manuel
Empreendedorismo do ano – Empresa Tupuca
Jovem Executivo do ano – Akiules Neto
Músico do ano – Toty Sa`Med
Música do ano – “Saia dela” (Filho do Zua) 
Jovem do ano – Josué dos Santos Van-Dúnem