SOCIEDADETecnologia

Conheça o PHD mais jovem de Angola. Tem 27 anos

José António Bernardo é mestre em Física Aplicada-Nanotecnologias e Domínio da Engenharia e já deu aulas em França. O jovem tem 27 anos e é o Phd mais novo de Angola, pelo Instituto de Ciências Analíticas, na Universidade Claud Bernard de Lyon, em França. Um dos seus maiores  sonhos é contribuir para o sector da saúde, da indústria e na educação.

Apresentou a sua tese no passado dia 25 de Março, sob o tema “Proposta de um novo método de optimização de microcaptores implantável para o diagnóstico precoce de doenças neurodegenerativas como Alzheimer”. O projecto pode ser aplicado no sector da Saúde, nas indústrias e ainda nas tecnologias de comunicação.

José concluiu o trabalho em três anos. O júri considerou cada um dos capítulos do projecto correspondente a um tema de tese de doutoramento nomeadamente, “Noções sobre doença da alzemer e seus métodos de diagnóstico, método de simulações de sistemas complexos, desenvolvimento de plataformas de modelização de sistemas, inteligência artificial, fabricação e caracterização de sistemas” por causa da complexidade do projecto multidiciplinar.

Com esta tese de doutoramento, o jovem tornou-se o mais novo Phd do país, um título que antes pertencia a André Mundombe Sinela, de 32 anos. José António já leccionou numa das mais prestigiosas escolas de engenheiros, em França, durante dois anos e trabalhou como assistente de pesquisa no ISA (instituto de ciências analíticas) de Lyon, onde teve a oportunidade de contribuir em três projectos de empreendedorismo, um dos quais aceite para acompanhamento de maturação do projecto e criação de uma “startup”.

Nos últimos, desenvolveu um projecto “Sensores miniaturizados implantáveis para espectroscopia de ressonância magnética in-vivo (MRS)”: Aplicações a modelos animais da doença de Alzheimer e gliomas”, financiado pela Angencia Nacional de Pesquisa de França.

José Antônio Bernardo, apurou o Club-K, tenciona contribuir no sector da saúde, da indústria e principalmente na educação, pois é mestre em física aplicada em nanotecnologias e domínio da engenharia

Possui também formações em técnicas de diagnóstico (espectroscopia NMR e técnicas IRM, difracção raio-x), micromanufacturação (Cleanroom), microelectrónica e simulação numérica 3D, concepção dos dispositivos 3D e optimização dos microssistemas, processamento de dados utilizando algorítmos da Inteligência Artificial (Machine learning, Deep learning), compreensão do processo de aparecimento de  doenças cerebrais neurodegenerativas (cérebro, soma, neurónios, sinapses e funcionalidades axionais).

Faz ainda parte do seu curriculum Gestão Empresarial, Inovação, Contabilidade Financeira, Análise Financeira e Gestão de Projectos.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo