Sem categoria

Detectado um novo vírus de origem animal na China. Já infectou 35 pessoas 

Por: Berlantino Dário

Um estudo científico revelou que em duas províncias da China foram detetadas 35 infecções em seres humanos de um novo vírus de origem animal, da família dos Henipavírus, denominado Langya. 

De acordo com a imprensa daquele país, na última terça-feira, nenhum dos casos é grave e foram encontrados em Shandong (leste) e Henan (centro). 

O novo vírus ainda não tem vacinas ou tratamentos, foi detectado por meio de amostras recolhidas da garganta de pacientes que tiveram contacto recente com animais, e está associado a sintomas como febre, cansaço, tosse, perda de apetite, dores de cabeça e musculares, e náuseas.

Entretanto, investigações posteriores revelaram que 26 dos 35 pacientes portadores deste henipavírus desenvolveram sintomas clínicos, aos quais se somam irritabilidade e vómitos. 

A henipavírus é uma das principais causas emergentes do salto de doenças de animais para seres humanos — um processo designado zoonose, na região da Ásia. 

O estudo revela, por sua vez, que um dos vectores de transmissão do vírus é o morcego frugívoro, considerado hospedeiro natural de dois dos Henipavírus conhecidos: o vírus Hendra (HeV) e o vírus Nipah (NiV).

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo