CULTURAEstilo de VidaSOCIEDADE

Ondjaki vence Prémio Literário em Portugal por causa do contributo que tem dado à língua portuguesa

Por: JdB

Imagem: D.R.

O escritor conquistou esta quarta-feira o Prémio Vergílio Ferreira 2023 da Universidade de Évora (UÉ), por causa daquilo que tem feito para que o português “seja língua de reconciliação” e “de consciência crítica”.

O galardão, também já atribuído a Mia Couto, Maria Velho da Costa, Maria Judite de Carvalho, Almeida Faria, Óscar Lopes, Vítor Manuel de Aguiar e Silva, Agustina Bessa-Luís e Manuel Gusmão, será entregue a Ondjaki no dia 1 de Março, durante uma cerimónia, em que se assinala o aniversário da morte de Vergílio Ferreira (1916-1996), patrono do prémio e autor de Aparição

O júri decidiu dar por unanimidade esta distinção ao “escritor, livreiro e artista angolano de diversas disciplinas”, por aquilo que ele faz para que o português seja língua de reconciliação e mesmo de consciência crítica para todos os falantes de português”, lê-se numa nota enviada à Lusa.

Após estrear a sua obra lirerária Actu Sanguíneu, há 23 anos, a carreira de Ondjaki tem sido coroada com diversas distinções. Em 2004, conquistou o Sagrada Esperança, depois seguiram-se António Paulouro, 2005, em Portugal, o Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco, em 2007, e o Grinzane for Africa 2008, na categoria de melhor jovem autor. Com o seu romance Os Transparentes arrebatou o Prémio Literário José Saramago (2013).

Os livros de Ondjaki aforam traduzidos para francês, italiano, alemão, inglês, sérvio, polaco e sueco”, disse a UÉ, realçando que “em Umbundu, uma das línguas nacionais angolanas, Ondjaki significa “guerreiro””. Entre as obras do escritor de 45 anos destacam-se contos, designadamente Momentos de aqui, livros infantis, como A bicicleta que tinha bigodes, ou romances, nomeadamente Quantas madrugadas tem a noite e Bom dia, camaradas, além de peças de teatro e roteiros de cinema.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo